X
Menu

Crônica de uma morte anunciada

Crônica de uma morte anunciada

Vem sendo especulado na internet, mais especificamente entre analistas e estudiosos das mídias sociais, que o poderoso Facebook vem perdendo força e aos poucos seguindo o caminho do ex-famoso Orkut. Em poucas letras, morrendo!

Mas será que isso é verdade? Analisando em números sim. Recentemente, ao abrir seu capital para investidores, o Facebook chegou a ter valor estimado de 104 bilhões de dólares. Hoje, alguns meses depois, passado o momento de euforia, o valor estimado já é de 48 bilhões, menos da metade. Mas por que isso acontece? Porque uma empresa deve gerar receitas, e o Facebook enfrenta um grande problema, como fazê-lo render?

Mas calma, nosso assunto não se refere a ações nem ao mercado financeiro, deixemos isso para os economistas e especialistas no assunto. O que nos importa é? O Facebook está morrendo? E agora, o que será de nossas vidas?!

Recentemente, a Scup, empresa de consultoria em mídias sociais, realizou pesquisa com 209 profissionais das áreas de marketing e comunicação e chegou a conclusões interessantes sobre o Facebook, em seu presente e futuro, para traçar o impacto do mesmo nas estratégias de marketing digital para 2014 em diante. Dentre os dados obtidos, para 90% dos profissionais entrevistados, o Facebook é a principal plataforma de estratégia de redes em mídias sociais, porém os mesmos acreditam que em 36 meses, ou 3 anos, o mesmo vá se tornando cada vez mais irrelevante na vida das pessoas.

Os dados da pesquisa geraram um gráfico bastante ilustrativo da pesquisa:

Categorias

Acompanhe-nos no Facebook