X
Menu

Rockwell: Entre fotos e pinturas

Rockwell: Entre fotos e pinturas

Uma das aulas básicas de pintura para qualquer aluno de faculdade de artes é desenhar, sob sua perspectiva, um objeto colocado a sua frente da forma mais realista possível. Um segundo passo, já dominado o primeiro, que se baseia em formas simples, é desenhar pessoas, ou partes do próprio corpo, que por suas curvas e proporções, é considerado um trabalho mais complexo.

Pois bem, é mais ou menos com essa técnica que o artista Norman Rockwell, desenvolveu a grande maioria dos seus mais de 4000 trabalhos. Seu grande diferencial era fazer obras de artes mais complexas a partir de fotos.

Mas perai, o que a noção dita no primeiro paragrafo tem a ver com isso?!

Simples, pra não precisar ficar horas desgastando os modelos, ele contratava um fotografo, posicionava os modelos para ficarem do jeito que já tinha em mente, e depois, com o material em mãos, começava seu trabalho, transformar a fotografia em pintura. Obviamente, dando seus toques de arte.

Repararam que falei do artista e sua técnica no pretérito?! Pois é, ele nasceu em 1894, tempo em que até a fotografia dava trabalho pra ser feita. Sua técnica foi, e continua sendo, utilizada por muitos artistas e tatuadores na montagem de suas obras.

Legal né?! Por seus belos trabalhos, ele ganhou até um museu em sua homenagem, inaugurado em 1969, onde os visitantes podem apreciar diversas de suas obras de arte. Pra quem quiser fazer uma visita, o museu fica em Stockbridge, Massachusetts, nos Estados Unidos. Caso não tenha dinheiro para uma visitinha, aqui no Fique por Dentro você pode ver um pouco da sua arte.

Categorias

Acompanhe-nos no Facebook